7 de dezembro de 2011

Resenha- As últimas quatro coisas

Esse livro é uma cortesia da Editora Suma de Letras

“Você não atrai o desastre. Você é o desastre. É o ceifador , o anjo da morte, goste ou não.”

Quando as pessoas começaram a ler As últimas quatro coisas, publicado no Brasil pela Editora Suma de Letras, alguns criticaram a forma como o autor tratou esse segundo livro. Disseram que a escrita era arrastada e que ele só tinha escrito para cumprir o contrato.

Na verdade, esse segundo livro é diferente sim de A mão esquerda de Deus, mas é porque nele, temos muitos esclarecimentos que ficaram em aberto no primeiro.

Temos algumas passagens que nos lembram muito como a Igreja Católica tratava alguns assuntos.  Algumas passagens com fanatismo religioso, tudo isso mesclado com a estória de Cale.

Após deixar Arbel Pescoço de Cisne e partir com Bosco, rumo ao Santuário, Cale agora torna-se mais petulante. Sentindo-se traído por sua amada, deixa seus dois amigos para trás, como condição imposta por ele à Bosco. Aceitando seu “destino”, de dizimar a humanidade para um novo início, Cale firma-se como um excelente estrategista em batalhas e torna os servos de Bosco quase que invencíveis.

Ser a Fúria de Deus na Terra tem suas vantagens, e Cale aproveitará para explorar as pessoas ao seu redor, se fartando de todos os benefícios de ter acesso à cozinha!!Sim, agora que ele pode comer a vontade, não deixará de aproveitar essa regalia!!

É certo que no primeiro livro Cale nos encanta de alguma forma com seu jeito destemido e a descoberta do amor e das coisas boas da vida. Mas em As últimas quatro coisas entendemos um pouco mais todo o propósito de sua existência e de sua criação.  

Ele reencontrará Arbel, mas não será como ele esperava, por isso, torço para que no próximo livro ele possa ficar com ela novamente!!

“- Idris Pukke, você acredita em Deus?
- Há muito pouco amor ou bondade em mim, e no mundo de maneira geral, para desperdiçá-lo com seres imaginários.





Um comentário:

  1. Já estava morrendo de vontade de lê-lo, e após sua resenha, não vejo à hora de colocar as mãos nele.

    Bjs.

    ResponderExcluir

 

Layout por PamFardin